Fertilizacao In Vitro FIV

A Fertilização in Vitro (FIV) é um método que foi desenvolvido para tratar casais com inúmeros problemas graves que levam a infertilidade, como alterações tubárias, endometriose, baixa qualidade dos óvulos alteração importante dos espermatozóides e infertilidade não explicada.

Estudos indicam que a expectativa de gravidez após um ciclo de tratamento varia entre 35% a 50 % até mais de 60% quando transferido em pacientes jovens.

Fertilização in Vitro (FIV) é um tratamento de alta tecnologia em reprodução humana. As etapas da FIV são: a indução da ovulação, a captação dos óvulos e a coleta dos espermatozóides, a fertilização no laboratório e a transferência dos embriões.

Método de Fertilicação In Vitro

A indução da ovulação é realizada através de medicações, que induzem os ovários a produzir um número maior de óvulos. Neste período, o crescimento dos folículos dos ovários (estruturas que contém o óvulo) é controlado por exames de ultrassom. Quando os folículos atingem um tamanho adequado, aplica-se uma última medicação, que deflagra o amadurecimento dos óvulos, e se agenda a captação dos óvulos. No laboratório, os óvulos captados são fertilizados pelos espermatozóides, gerando os embriões.

Veja abaixo o processo de fertilização in vitro completo.

1º PASSO:  Indução de Ovulação
Tratamento medicamentoso para estimular o desenvolvimento de vários óvulos até o amaderecimento.
Os hormônios são aplicados de 8 a 14 dias.Sua função é aumentar a produção de óvulos no mesmo ciclo menstrual ao invés de apenas um. Geralmente alguns óvulos não atingem uma qualidade esperada e por isso a fertilização in vitro requer vários óvulos para aumentar as chances de gravidez.

2º PASSO: Monitoramento dos Óvulos
Controle ovulatório seriado – Esse processo o médico utiliza a ultra-sonografia ou exame de sangue para medir o crescimento dos folículos, individualizar as doses do medicamentos e determinar quando os óvulos estarão prontos para a retirada.

3º PASSO: Aspiração dos Óvulos
Coleta dos óvulos, geralmente sob anestesia local e sedação levando entre 10 e 20 minutos
Orientação por ultrassonografia transvaginal;Coleta através da vagina (32 a 36 horas após a última injeção de hormônio)

4º PASSO: Coleta de Sêmen
Amostra de esperma é colhida no momento da coleta dos óvulos.
Realiza-se uma seleção dos espermatozoides, os mais ativos são separados e adicionados a um meio de cultivo junto com os óvulos na incubadora.

5º PASSO: Fertilização na Incubadora
Óvulos e espermatozóides estão juntos na incubadora.
Os óvulos e espermatozóides preparados são mantidos juntos em cultura durante alguns dias, favorecendo a fertilização de maneira espontânea, o produto dessa união passasse a se chamar embrião.

6º PASSO: Transferência do Embrião
Geralmente de três a cinco dias após a fertilização.
Transferência transvaginal de embriões no útero por um delgado cateter. Os embriões excedentes são geralmente congelados. 

Ipanema

Rua Farme de Amoedo, 75 - Sala 505

(21) 2247-2718 / 3061-6954
WhatsApp – (21) 99905-4557 

São Gonçalo

Rua Moreira César, 138

(21) 2605-5656
WhatsApp – (21) 99905-4557 

São João de Meriti

Rua Gessyr Gonçalves Fontes, 139 - sala 901

(21) 2756-9574 / 2655-5069
WhatsApp – (21) 99905-4557